Exportações Brasileiras de Frango Halal

Atualizado: 8 de jul.

Mercado Halal

Segundo a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, existe uma média de 1,9 bilhão de muçulmanos economicamente ativos no mundo, movimentando o comércio halal, ou seja, de produtos que atendem aos requisitos da religião islã desde o processo de fabricação, armazenamento e deslocamento. Conforme um estudo do State of the Global Islamic Economy, o setor alimentício é o que mais movimenta a economia, logrando US$ 4,8 trilhões de dólares. Além disso, estima-se que até haverá um crescimento de 18% até 2024.


Exportações brasileiras de frango halal

Segundo informações Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), entre janeiro e abril, o Brasil exportou uma quantidade de US$ 1.07 billhão, equivalente a 623.112.140 quilos, apresentando um crescimento de 22% em comparação ao ano de 2021.


Dentre os 5 principais destinos da carne de frango halal brasileira, destacam-se: Emirados Árabes com US$ 319 milhões, Arábia Saudita US$ 199 milhões, África do Sul US$ 85 milhões, Catar US$ 58 milhões e Líbia US$ 55 milhões.


De acordo com a CDIAL Halal, certificadora halal, estima-se que o mercado de carne de frango halal alcançará por volta de US$ 5,74 trilhões até 2024. Nesse sentido, com a consolidação das exportações brasileiras, o Brasil mostra-se um país com credibilidade e segurança para os consumidores desse tipo de carne. Além disso, há perspectiva de uma expansão cada vez maior para atender aos consumidores não muçulmanos.


Turquia e seu destaque no primeiro quadrimestre


Para o mercado brasileiro, entre janeiro e abril de 2022, houve um crescimento de 122% em volume e 223% em receita nas importações turcas, em um comparativo ao mesmo período do ano passado. Assim, o país foi considerado o 4º maior importador da carne brasileira.


Por conta da pandemia da covid-19, notou-se que a demanda de países não muçulmanos por produtos halais apresentou crescimento, conforme declarações de Zafer Soylu, chefe da Agência de Acreditação Halal (HAK) na Turquia. De acordo com o seu depoimento, "Surgiu a importância de alimentos seguros, saudáveis e limpos com a pandemia. Especialmente no Extremo Oriente, consumidores não muçulmanos começaram a mostrar alta demanda por produtos certificados halal". Além disso, é perceptível que a certificação halal também é solicitada em setores como, por exemplo, de serviços, não se limitando somente ao alimentício.


Conforme depoimento de Ahmad M. Saifi, diretor de operações da CDIAL Halal, a certificação halal avalia todo o processo do alimento, desde matéria-prima, insumos, transporte e armazenamento, visando a precaução com a contaminação e para que 100% dos critérios da religião islã sejam atendidos.

Como a Domani pode te ajudar?

Possui interesse em conhecer mais sobre o mercado árabe e não sabe qual o melhor país para escolher? A Domani Consultoria pode trazer uma análise em relação aos mercados em potenciais e que vêm estreitando cada vez mais as relações comerciais com o Brasil. O mercado halal, por atender aos critérios da religião islã, solicita cuidados desde o processo de fabricação até deslocamento, sendo requisitos muito importantes. As nossas soluções podem auxiliar no processo de internacionalização para o oriente médio e identificar as melhores formas de inserção no mercado árabe. Atenda às regras de países da liga árabe e comercialize a sua mercadoria. Entre em contato para mais informações!

 

Nos siga nas Redes Sociais!


LinkedIn: Domani Consultoria Internacional (link);


Instagram: @domaniconsultoria (link);


Facebook: Domani Consultoria Internacional (link).


64 visualizações0 comentário