• Isabelle Brandão

O mercado internacional de Rochas Ornamentais


O Brasil possui destaque internacional pela grande variedade de matérias-primas, fator que garantiu para o país o título de maior geodiversidade mundial em rochas ornamentais. O alcance do mercado de rochas possui proporção global, de modo que o país exporta seus mais de 1.200 tipos do produto para os cinco continentes.


Deste modo, nos últimos 20 anos (1999 - 2020), o desempenho do mercado internacional de rochas internacionais passou de US$ 200 milhões para US$ 1 bilhão, demonstrando uma forte representatividade brasileira no mercado internacional.


De acordo com a ABIROCHAS, Associação Brasileira da Indústria de Rochas Ornamentais, alguns dos fatores responsáveis pelo crescimento do mercado brasileiro de rochas ornamentais foram, além da vantagem advinda de sua geodiversidade, a nucleação de um arranjo produtivo de lavra e beneficiamento no estado do Espírito Santo, fonte de ricos jazimentos de mármore e granitos - e responsável por mais de 80% da produção brasileira de rochas ornamentais - e a forte exportação de chapas para os EUA, garantindo ao Brasil o posto de maior fornecedor mundial para o país, superando China, Itália, Índia, Turquia, Espanha, Grécia e outros fortes competidores internacionais.


Exportação de rochas ornamentais

As exportações de materiais rochosos ornamentais mantiveram seu desempenho expressivo no ano de 2021. No período de janeiro a maio, o Brasil obteve um faturamento superior a US$ 446 milhões e mais de 865 mil toneladas exportadas, alcançando altas de, respectivamente, 31,3% e 12,4% frente ao ano de 2020. As rochas ornamentais de maior destaque nas exportações brasileiras foram:

  • Chapas de granito: 36,9%;

  • Chapas de quartzito maciço: 24,1%;

  • Blocos de granito: 10,5%;

  • Chapas de mármore: 7,1%;

  • Blocos de quartzito maciço: 5,6%;

  • Produtos de pedra-sabão: 5,5%;

  • Produtos de ardósia: 4,7%,


Importação de rochas ornamentais


No que tange as importações de materiais rochosos ornamentais, também percebeu-se um expressivo crescimento durante os períodos de janeiro a maio de 2021. Assim, somando o volume físico das importações de materiais rochosos naturais e artificiais, notou-se um aumento de 36,3% em comparação ao mesmo período no ano de 2020. Cabe ressaltar que o Brasil importa o dobro de materiais artificiais do que naturais, uma vez que é o setor de maior destaque interno do país.


Principais estados produtores no Brasil

Os principais estados brasileiros exportadores de rochas ornamentais são, respectivamente, o Espírito Santo (responsável por mais de 80% da produção total), Minas Gerais (11,4%), Ceará (1,4%), Bahia e Rio Grande do Norte (menos de 1%).


Principais destinos

Os principais países importadores de rochas naturais brasileiras são: Estados Unidos da América, China, Itália, México e Reino Unido. Já os principais importadores de rochas artificiais são: Estados Unidos, Argentina e Paraguai.


Deseja exportar ou importar rochas ornamentais? A Domani pode te ajudar!

Você pensa em entrar no comércio internacional de rochas ornamentais? A Domani Consultoria Internacional pode te mostrar o caminho para todas as etapas do processo de exportação ou importação. Nossas soluções incluem análises dos melhores países para a comercialização do produto, prospecção de possíveis compradores ou fornecedores e o planejamento da internacionalização. Desse modo, somos capazes de guiá-lo(a) sobre questões burocráticas, logísticas e financeiras para que a sua exportação ou importação possa ser realizada com segurança e autonomia. Temos como objetivo ser o farol para a internacionalização de empresas e será um prazer para nós prover todo o conhecimento necessário para a sua internacionalização.

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo