• Diretoria de Marketing

O mercado de Carnes

Atualizado: Jul 8

Boas notícias para os exportadores de Carnes brasileiras


Não é novidade que o Brasil ocupa uma posição de destaque no mercado mundial de carnes bovina e de frango, porém o que é notável é a manutenção desta posição mesmo em meio à terrível pandemia do coronavírus, a qual, segundo previsão da Organização Mundial da Saúde (OMS), pode ser responsável pela queda de até 32% do comércio internacional. Nosso país, no entanto, está na contramão do que se esperava para as exportações desses alimentos, que apresentaram um crescimento desde janeiro de 2020.


Apesar das pequenas diferenças entre os dados de carne bovina, frango e frango halal, os compradores do alimento continuam importando dos frigoríficos brasileiros.


O Crescimento das Exportações


De acordo com a Associação Brasileira de Consultoria e Assessoria em Comércio Exterior (ABRACOMEX), as exportações de carne bovina aumentaram em 29,9%, somando um total de 1,6 bilhões de dólares. Somente em março de 2020, totalizaram 147,08 mil toneladas (produto in natura e processado). Enquanto isso, a carne de frango apresentou um crescimento de 14,9% só no mês de abril, fechando em 323,8 mil toneladas.


Nesse ínterim, as exportações de frango halal tiveram uma queda devido ao fechamento das mesquitas como medida contra o coronavírus. Entretanto, uma notícia promissora é que a Arábia Saudita importou 3,2% dessa ave a mais em março deste ano quando comparado ao mesmo mês do ano passado, conforme informações da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).


Os principais destinos das Carnes


Ainda segundo os dados da ABRACOMEX, a grande compradora de carne bovina do Brasil foi a China, sendo a grande responsável por esse aumento das exportações. Em março, a nação comprou um total de 51,86 mil toneladas, 35% dos embarques do mês. Atrás da China, Hong Kong e países da União Europeia também estão em destaque nas importações deste alimento brasileiro. Na América do Sul, o Chile continua a procurar a carne brasileira, apesar da desaceleração.


Dois destinos promissores são o Egito, que habilitou 42 novos estabelecimentos brasileiros para a venda no país, e a Indonésia, a qual negociou uma cota extra para importação de carne de 20 mil toneladas.


Em relação à carne de frango, a China continua na liderança dentre os países que mais importaram, seguida pelo Japão, Arábia Saudita e Emirados Árabes. Ademais, o Egito possui fortes propensões de importação do frango brasileiro.


No que tange ao frango halal, conforme dito anteriormente, o Golfo Pérsico, principalmente a Arábia Saudita, lidera a compra da carne da ave brasileira.


Recomendações


Apesar do crescimento no volume de exportações de carne bovina e de frango de 2020, é importante mencionar que a demanda desses produtos é constante no mercado por ser um investimento mais seguro se comparado a outros tipos de bens. Caso você esteja pensando em exportar, carnes são bons produtos para se apostar, uma vez que alimentos no geral são sempre necessários no mercado internacional. Ainda, os dados encorajadores dos primeiros 4 meses do ano representam um cenário de oportunidades para os novos exportadores destes produtos.


Dessa maneira, se você deseja exportar carnes bovinas ou de frango, saiba que a pandemia não é, por si só, um obstáculo para as exportações. Para facilitar esse processo, a Domani Consultoria está aqui para te ajudar em todas as etapas do planejamento da sua internacionalização.




Quer saber mais notícias? Nos siga nas redes sociais!

LinkedIn: Domani Consultoria Internacional (link aqui)

Instagram: @domaniconsultoria (link aqui) Peça sua Proposta!

392 visualizações

Receba as novidades em Comércio Exterior!

Nos acompanhe nas redes sociais

link.png
insta.png
face.png

Contato

Venha ser um

Agente do Amanhã!

© 2020. Domani Consultoria Internacional.