top of page

O superávit da balança comercial brasileira de 2022 e as expectativas para o ano de 2023

A Balança Comercial brasileira conseguiu bater um recorde histórico fechando com um superávit de US$61,8 bilhões, um pouco acima da marca de US$61,4 bilhões alcançada no ano de 2021, com uma diferença de US$400 milhões. Durante o ano, o valor das exportações cresceu 19,1% e o das importações 24,3% em comparação com o ano anterior. O principal destaque vai para o superávit alcançado no setor agropecuário, devido a elevação dos preços, porém, ainda ocorrendo uma redução do saldo positivo da indústria extrativa e um aumento do déficit da indústria de transformação. Confira os resultados detalhados a seguir:



Resultado das exportações


Em relação às exportações, os principais produtos comercializados pelo Brasil foram a soja (14%), óleos brutos de petróleo ou de minérios betuminosos, crus (13%) e minério de ferro e seus concentrados (8,6%), reforçando o setor primário como protagonista na economia do país. Como principais destinos das exportações, se mantêm o mesmo resultado dos últimos anos com China (27%), Estados Unidos (11%) e Argentina (4,6%).


Um dos principais fatores para o resultado positivo do setor agropecuário foram questões ligadas à Guerra na Ucrânia e questões climáticas, que elevaram os preços agrícolas em 34%, mesmo com apenas um crescimento do volume exportado de 2,6%. Além disso, esse setor foi bastante impactado pelas políticas internas da China de COVID zero, que gerou incertezas no Brasil quanto aos efeitos na economia nacional. Contudo, com o relaxamento dessa política nos últimos meses, houve uma retomada com melhora nas vendas para o país, sendo esperado uma retomada de crescimento econômico ao redor de 5%.


Quer aprender mais sobre as regras da exportação?

A Domani Consultoria possui um e-book que oferece mais informações acerca das políticas de exportação.


Resultado das importações

Quanto às importações, foi comprado pelo Brasil majoritariamente produtos da indústria de transformação, sendo eles adubos ou fertilizantes químicos (exceto fertilizantes brutos) (9,1%), óleos combustíveis de petróleo ou de minerais betuminosos (exceto óleos brutos) (8,6%) e demais produtos da indústria de transformação (4,3%). Nesse sentido, as principais origens desses produtos são China (22%), Estados Unidos (19%) e Argentina (4,8%), afirmando-os como os principais parceiros comerciais do Brasil.


Cabe destacar também, que a Guerra da Ucrânia, os efeitos ainda vistos da COVID-19 e questões climáticas também influenciaram nos preços elevados das importações e impactam a inflação interna e do mundo todo. Essa elevação do preço foi visto tanto nas commodities, como nas não commodities, sendo o mais elevado na série histórica.


Conheça mais sobre os incentivos à importação concedidos pelo governo

Expectativas para 2023

As projeções para 2023 apresentam um menor crescimento para a economia mundial, com uma perspectiva de menos de 1% de crescimento para o Brasil. Nesse contexto, são esperadas quedas nas exportações, de 2,3%, e nas importações, de 6,2% para o ano, devido a uma esperada redução dos preços das commodities que se mantiveram altas em 2022. Mesmo assim, segundo a Associação de Comércio Exterior Brasileira (AEB) a balança comercial do Brasil irá apresentar um superávit de aproximadamente US$71 bilhões, com expectativas positivas, podendo ser menor. Contudo, cabe ressaltar que esse saldo é causado pelo duplo déficit das atividades comerciais apontadas acima, sem gerar atividade econômica ou crescimento no volume comercializado.


Como a Domani Consultoria pode te ajudar?


Diante dos resultados da Balança Comercial de 2022 e as expectativas para o ano de 2023, a Domani Consultoria auxilia em serviços voltados para exportação e importação de produtos e/ou serviços. Oferecemos estudos sobre os melhores mercados para se atuar com o Estudo de Mercado e a Promoção Comercial, além de Planejamento Burocrático, Planejamento Logístico e Planejamento Financeiro, para ajudar nossos clientes na etapa prática do comércio exterior.


Não perca a oportunidade de expandir os negócios e ganhar reconhecimento internacional!



 

Nos siga nas redes sociais!




Referências Bibliográficas:


ASSOCIAÇÃO DE COMÉRCIO EXTERIOR DO BRASIL (AEB). Brasil pode aumentar saldo comercial em 2023 apesar de reduzir exportação e importação. Disponível em:


COMEX STAT. Comex Vis. Disponível em: http://comexstat.mdic.gov.br/pt/comex-vis. Acesso em: 20 de jan. 2023


PORTAL IBRE. Superávit comercial do Brasil em 2022 fica ligeiramente superior ao de 2021. Disponível em: https://portalibre.fgv.br/noticias/superavit-comercial-do-brasil-em-2022-fica-ligeiramente-superior-ao-de-2021. Acesso em: 20 de jan. de 2023


938 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page